CACHOEIRAS

Cachoeira dos Prazeres

Para se chegar à Cachoeira dos Prazeres recomendamos um Guia de uma das agencias de passeios parceiras do App.
Pode-se ir pela Represa do Custódio, andando às margens da mesma.
Existe ainda um caminho mais curto, mas o acesso é difícil e só com o conhecimentos dos GUIAS se consegue chegar até ela.

 

Cachoeira Três Pingos

A Cachoeira Três Pingos leva esse nome por causa da sua formação de três quedas d’água. Está localizada a 4,1 km de Lavras Novas. Pode-se ir a pé, de bike, de carro. 
Belíssimas paisagens compões o cenário do percurso. 
Sua piscina natural é rasa, ideal para crianças. Os adultos podem se refrescar nas quedas que a cachoeira proporciona. Possui também um banco de areia onde se pode deitar e contemplar a natureza. O local é cercado por mata nativa proporcionando momentos de muita tranquilidade. 
Como ir? 
A pé, bike: o início da caminhada começa após o término da Rua Principal (abaixo da Pousada Kokopelli). Ao todo são aproximadamente 1:00 h de caminhada com belas paisagens ao longo do percurso por trilhas de fácil acesso. Vale a pena!

De carro: da igreja sentido BH, virar a primeira rua à esquerda, primeira a esquerda novamente e depois a primeira a direita. Da igreja contar + ou – 4 km até chegar no primeiro entroncamento. No entroncamento virar a esquerda e andar mais uns 150 metros (reparar placas de concreto na estrada). A cachoeira fica à esquerda, uns 300 metros da estrada.

 

Cachoeira dos Namorados

A Cachoeira dos Namorados leva esse nome sabe por que? Porque é o lugar ideal para os namorados fazerem o que mais gostam… Namorar. Está localizada a 5,5 km de Lavras Novas.
Pode-se ir a pé, de bike, a cavalo (nessas três primeiras opções o percurso é reduzido) ou de carro. Belíssimas paisagens compões o cenário do percurso.

Sua piscina natural é de profundidade média, ideal para um belo banho. Possui embaixo da queda d’água pedras onde se pode sentar e relaxar com a deliciosa água caindo sobre sua cabeça. O local é cercado por mata nativa proporcionando momentos de muita tranquilidade.

Como ir?

A pé, bike ou cavalo: o início da caminhada começa após o término da Rua Principal (abaixo da Pousada Kokopelli). Ao todo são aproximadamente 3:00 h de caminhada (ida) com belas paisagens ao longo do percurso por trilhas de fácil acesso. Vale a pena!

De carro: da igreja sentido BH, virar a primeira rua à esquerda, primeira a esquerda novamente e depois a primeira a direita. Da igreja contar + ou – 4 km até chegar no primeiro entroncamento. No entroncamento virar a direita e andar mais 1,5 km (estrada em más condições, ideal para veículos 4 x 4). No final da estrada você irá encontrar uma porteira (propriedade particular). Pare o carro antes da mesma. A cachoeira fica à esquerda.

Cachoeira dos Pocinhos

Estas quedas são mais próximas de Lavras Novas e poderão ser uma boa opção de passeio ecológico a pé. Na verdade os Pocinhos são várias quedas ao longo do curso principal do rio, com belas paisagens e lindas piscinas naturais. O local é composto de uma série de pequenas cascatas, começando na Cachoeira do Escorrega até o Pocinho de 3 metros.

São cerca de 800 metros são de trilha. Para chegar até os Pocinhos deve-se ir até o final da Rua do Chá, a entrada para a trilha situa-se no final do calçamento(há sinalização). Deve-se seguir a trilha até chegar em um ambiente de campo aberto e a partir daí seguir sempre em frente/direita até chegar próximo ao curso de água. Esta trilha é possível de ser feita sem a necessidade de um guia, entretanto pode ser confusa devido a várias bifurcações ao longo do caminho. Assim é interessante a contratação de um Guia Local.

Boa parte do percurso é feito beirando os vários pocinhos que completam um lindo cenário natural.

Cachoeira do Rapel

Está é uma belíssima cachoeira. Mas é muito importante avisar que só é possível chegar nela com a ajuda de um guia experiente já que o acesso é difícil na hora de descer as pedras. Uma queda não seria nada legal e não recomendamos a sua visitação por conta própria. Por isso foi batizada como cachoeira do rapel, os primeiros visitantes desciam com equipamento de rapel, cordas etc.

São cerca de 500 metros depois da Cachoeira dos Pocinhos. Para chegar até os Pocinhos deve-se ir até o final da Rua do Chá, a entrada para a trilha situa-se no final do calçamento(há sinalização). Deve-se seguir a trilha até chegar em um ambiente de campo aberto e a partir daí seguir sempre em frente/direita até chegar próximo ao curso de água. Esta trilha é possível de ser feita sem a necessidade de um guia, entretanto pode ser confusa devido a várias bifurcações ao longo do caminho.

Boa parte do percurso é feito beirando os vários pocinhos que completam um lindo cenário natural.

Não beba se está indo para cachoeira. As duas coisas não combinam. No mais, o lugar é lindo e vale a pena conhecer se seguir as normas de segurança. Bom passeio!

Cachoeira do Falcão

Possui uma piscina natural rasa, ideal para crianças. Os adultos podem se refrescar na queda principal onde a fundura é um pouco maior. Possui também um banco de areia onde se pode deitar e contemplar a natureza.
Acima e abaixo da cachoeira encontra-se alguns poços para nadar. O local é cercado por mata nativa proporcionando momentos de muita tranquilidade.

Como ir?

De carro: Para se chegar à Cachoeira do Falcão você deve seguir em direção à Chapada (saindo da cidade). No primeiro trevo, vire a esquerda. A cachoeira fica do lado direito da estrada, mais ou menos uns 500 mts. após o trevo. Parar o carro no platô e descer à pé. São mais ou menos 10 minutos de caminhada. A descida é bastante íngreme com bastante cascalho.

Cachoeira do Castelinho

A Cachoeira do Castelinho, mais conhecida como cachoeira da Chapada, como o próprio nome diz, situa-se no município da Chapada, a 9 km de Lavras Novas. A cachoeira da Chapada é bastante visitada.
Se você estiver em busca de sossego, uma boa dica é subir o riozinho que deságua na Chapada, pois lá você encontrará muitos pocinhos que ficam sempre vazios. Ao contrário, se estiver em busca de aventura e emoção, recomenda-se subir até ao final desse riozinho, onde há uma linda caverna com três quedas d’água. O percurso é um pouco difícil por causa do número de pedras e obstáculos encontrados. Todavia, o resultado é bastante satisfatório. Sem dúvida vale a pena.

Como ir?

De carro: saindo de Lavras Novas em sentido a Ouro Preto, virar à esquerda no primeiro entroncamento que tiver na estrada. Deste entroncamento são mais 4km até chegar ao município. O acesso até a cachoeira é ruim. Aconselhamento parar o carro na vila.

Apé, bike ou cavalo: recomendável para todos que curtem um belo passeio. As paisagens são maravilhosas, o caminho é de fácil acesso e muito agradável. Caminhada que dura cerca de uma hora para ir e uma hora e meia para voltar, dependendo do ritmo da pessoa. Na cidade, pergunte como se chega à Cachoeira do Pocinho. Siga como se fosse para lá. Chegando na mesma, pegue uma trilha à sua direita e siga em frente. Durante o percurso, você avistará o município da Chapada. A partir daí fica mais fácil pois basta seguir em direção à cidade.

Cachoeira do Engenho (Santo Antônio do Salto)

Cachoeira que recebe água do Côrrego do Mulato, localizada no Vilarejo de Santo Antônio do Salto, com uma maravilhosa queda, ideal para um bom banho de cachoeira, poço raso.

Difícil acesso, área particular, necessário um condutor para liberação de visitação.

Cachoeira da Caçamba (Santo Antônio do Salto)

A Cachoeira da Caçamba localizado no Vilarejo de Santo Antônio do Salto, o nome da cachoeira é dado devido a queda que cai em um poço onde o formato lembra uma caçamba, possui um poço profundo ideal para nadar.

Trilha de fácil acesso, necessário um guia para se chegar ao local.

A Cachoeira da Caçamba localizado no Vilarejo de Santo Antônio do Salto, o nome da cachoeira é dado devido a queda que cai em um poço onde o formato lembra uma caçamba, possui um poço profundo ideal para nadar.

DICAS DE CAMINHADAS

É sempre aconselhável solicitar um condutor pois você pode se perder nas trilhas, machucar, dentre outros e o condutor será seu ponto de apoio, ele irá te levar a lugares maravilhosos os quais você poderia passar despercebido.

Fundamental, sempre leve consigo Squeezer, CamelBack, Cantil ou similares com água ou algum repositor.

Utilize roupas de material leve como suplex, que sejam de fácil secagem e que não retenha suor e que seja maleável, roupas de malha pesada e pouca flexibilidade podem atrapalhar em algumas partes do percurso.

É aconselhável a utlização de boné, chapéu ou algum outro ítem similar para proteger a cabeça do intenso sol que pode acarretar em dores de cabeça, tonturas dentre outros.

Procure evitar calçados novos eles podem trazer incômodos causando bolhas e até mesmo feridas, utilize um calçado confortável e nada de saltos para as mulheres.

Utilize mochila leve com apenas o essencial para a expedição e/ou aventura escolhida, mochila com cinto no abdomen é de grande valia e de preferência a mochila bem acolchoada tanto na parte em que fica junto as costas quanto nas alças que vão no ombro.

Leve frutas como maçã, banana, pera e chocolate ou biscoito de chocolate para repor energia.

Bastões, Laterna, Óculos escuro, Protetor Solar.